O UX, User experience, que em português significa experiência do usuário, é o conjunto de elementos relativos à interação do usuário com um determinado produto, sistema ou serviço.

Ainda hoje (2020) uma infinidade de sites, especialmente de pequenas empresas, pecam em problemas básicos e de fácil resolução.

Com o objetivo de oferecer dicas de como melhorar a experiência do usuário em ambiente web, vamos sinalizar 4 oportunidades que podem estar passando despercebidas. 

  1. Melhore a velocidade da página.
  2. Identifique os links clicáveis. 
  3. Acabe com os error 404.
  4. Seja responsivo e amigável para dispositivos móveis.

1. Melhore a velocidade da página.

Uma das experiências mais frustrantes para os usuários da web é esperar muito tempo para uma página carregar.

Para testar a velocidade de uma página existem diversos recursos online, um deles é o Think With Google. O sistema analisa o desempenho completo do site imputado. Páginas com resposta menor do que 2 segundos de carregamento, são classificadas como bom desempenho. Outros sites de análise de velocidade como o Pingdom (https://tools.pingdom.com/), consideram 5 segundos como bom tempo de carregamento. 

Realize teste de velocidade para confirmar se o tempo de carregamento do seu site está atendendo a necessidade do seu usuário. Link para acesso ao teste do Think with Google : https://www.thinkwithgoogle.com/intl/pt-br/feature/testmysite/

2. Identifique os links clicáveis.

Quando você adiciona um link para qualquer página, a intenção é que o usuário interaja com ele. 

Certifique-se de que os links são facilmente identificáveis e que está clara a ação que o usuário deve tomar para acessar aquele conteúdo. Como exemplo para deixar essas ações claras ao usuário, é possível sublinhar o texto, alterar a cor do restante do conteúdo, colocar chamada de link ou colocar um botão. 

Quanto mais claro ao usuário qual ação deve fazer para obter o resultado esperado melhor será o desempenho do site. 

3. Acabe com os erros 404s. 

O erro 404 condiz aos links de “página não encontrada”, esse erro também está na lista de grandes frustrações de um usuário. Quando um usuário clica em um link ou de uma imagem, ele espera que este link o leve para o próximo lugar que deseja ir.

Ao lado do tempo de carregamento de página lenta, o erro 404s é outro evento altamente frustrante para um usuário e interrompe completamente sua jornada em todo o seu site.

Para verificar existência de erros 404s, você pode configurar as ferramentas do Google Search Console (antigo Webmaster Tools) no site e verificar erros de rastreamento.

4. Seja responsivo e amigável para dispositivos móveis.

As tecnologias avançam continuamente para atender às nossas necessidades de mobilidade. Sites também são uma parte significativa dessa evolução. É imprescindível que seu site seja amigável para dispositivos móveis e fácil de navegar, não importa o tipo de dispositivo que seus clientes estejam usando para acessá-lo.

Recentemente, o Google começou a penalizar sites que não são otimizados para dispositivos móveis, tornando a necessidade de resposta ainda mais crucial.

Se você possui um site institucional básico e não sabe por onde começar a otimizá-lo, recomendamos olhar para esses 4 elementos em primeiro lugar.